Portal do Governo Brasileiro
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial -> Institucional -> Sobre o Campus

Sobre o Campus

Imprimir

A Unidade de Ensino de Uruaçu surgiu de um projeto idealizador do Professor Paulo César Pereira, à época Diretor-Geral do CEFET-GO, e sua equipe de auxiliares, quando essa equipe fez a primeira visita ao Município de Uruaçu, em 11 de outubro de 2006, na gestão da Prefeita Marisa dos Santos Araújo, buscando consolidar esse projeto para a segunda fase de expansão da Rede Federal Educação Profissional.

Nessa visita ao Município, estiveram presentes por parte do CEFET de Goiás, o Professor Paulo César Pereira, João Barbosa da Silva, José Pacífico de Vasconcelos e Reinado Cândido Ferreira, e por parte da comunidade, representantes dos diversos segmentos dos setores produtivos da cidade, além do Vice-Prefeito, Élio Cunha, o Presidente da Câmara Municipal, Edílson Bispo, representante de Associação Comercial e Diretores de Escolas Municipais e Estaduais.

 

Momento em que o Professor Paulo César recebia da Prefeita Marisa um kit de cachaça fabricada no município
Momento em que o Prof. Paulo César recebia da então Prefeita Marisa um kit de cachaça fabricada no município.

A comitiva do CEFET, coordenada pelo Prof. Paulo César Pereira conheceu a cidade e visitou algumas empresas, dentre elas a Leite Bom, localizada às margens da rodovia BR 153.

 

 
 
Visita à Direção da Fábrica de LEITE BOM em 11.10.2006
Vista à Direção da fábrica LeitBom em 11-10-2006 

A Prefeitura Municipal de Uruaçu colocou à disposição do CEFET a doação de dois prédios a seguir visualizados, mais um terreno na região sul da cidade, com área de 50.000 m² para a construção da nova sede do CEFET em Uruaçu.

 

Prédio principal doado pela Prefeitura ainda sem a reforma

Prédio principal doado pela Prefeitura ainda sem a reforma

  Prédio Anexo onde funciona os setores administrativos da Unidade de Ensino de Uruaçu.

Prédio anexo onde funciona os setores administrativos da Unidade de Ensino de Uruaçu

 

Ao lado do Diretor-Geral do Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás, Professor Paulo César Pereira e de várias testemunhas, a prefeita Marisa Araújo oficializou, na noite do dia 30/11/2007 a doação do prédio da Prefeitura de Uruaçu e da Secretaria Municipal de Educação e, ainda, a doação de um terreno com 50.000 m² para a construção e instalação da nova sede do CEFET na cidade.

Por meio da Lei Municipal nº 1.381, de 26 de novembro de 2007, regulamentada pelo Decreto Municipal nº 121, de 27 de novembro de 2007, o Município doou a sede da própria Prefeitura, um prédio com 7 pavimentos e mais uma área de terreno de 50.000 m², para construção da nova sede da Unidade no município.

 

Solenidade de assinatura da Escritura de doação dos imóveis para a instalação da Unidade do CEFET em Uruaçu

Solenidade de assinatura da escritura de doação dos imóveis para a instalação do CEFET em Uruaçu

 

Momento em que a Prefeita Marisa dos Santos Araújo assina a Escritura do imóvel onde funciona a Unidade de Ensino de Uruaçu

 Momento em que a então Prefeita Marisa dos Santos Araújo assina a escritura do imóvel onde funciona a Unidade de Ensino de Uruaçu

 

 

Naquele evento disse o Professor Paulo César Pereira: “De forma muito sincera, gostaria de cumprimentar a população de Uruaçu. Tive notícias de que a sociedade organizada se mobilizou, na medida em que se sentiu ameaçada de ver seu sonho realizado. Esse é o exercício da cidadania e isso demonstra maturidade. Penso que Uruaçu deu um grande exemplo para a região e para o Brasil. Sempre se dizia que tudo começa em Uruaçu e acaba em Porangatu, mas nós já havíamos mesmo optado por Uruaçu, em função de sua localização estratégica. Apesar do próximo ano ser um ano eleitoral, a atuação do CEFET é indiferente a isso. Vamos acelerar o nosso trabalho, na perspectiva de anteciparmos as oportunidades a todos os jovens e adultos, para oferecermos essas vagas o mais rápido possível".

Pela Portaria nº 694/2008, de 9 de junho de 2008, publicada no Diário Oficial da União do dia 10 de junho de 2008, o Ministro da Educação, Doutor Fernando Haddad autorizou o CEFET de Goiás implantar a Unidade de Ensino de Uruaçu.

Oficialmente a Unidade de Ensino de Uruaçu foi instalada no dia 25 de agosto de 2008, com uma Aula Inaugural proferida pelo Professor Paulo César Pereira, Diretor-Geral do Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás, cujo tema foi: Os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

A Unidade de Ensino iniciou suas atividades no segundo semestre de 2008, oferecendo o Curso Superior de Licenciatura em Química, Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática Integrado ao Ensino Médio – PROEJA, Técnico em Edificações, Subseqüente e, em 2009, com os Cursos Técnicos Integrados em Informática e Edificações, conforme tabela a seguir:


 

Curso

Matutino

2008

Noturno

2009

Licenciatura Plena em Química

-

30

Técnico em Edificações – Subseqüente

-

30

Técnico em Manutenção e Suporte em Informática Integrado ao Ensino Médio – PROEJA

-

30

Técnico em Edificações Integrado ao Ensino Médio

30

-

Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio

30

-

 

A Unidade de Ensino de Uruaçu tem capacidade para atender 1.470 alunos até 2011.

Assumiu o processo de implantação os servidores João Barbosa da Silva, no cargo de Diretor da Unidade de Ensino, Jerônimo Rodrigues da Silva no cargo de Gerente de Administração e Manutenção e Ubaldo Eleutério da Silva, como Chefe do Departamento das Áreas Acadêmicas.

 
Pronunciamento de João Barbosa, Diretor da Unidade de Ensino de Uruaçu  
Pronunciamento de João Barbosa, Diretor da Unidade de Ensino de Uruaçu

 

 

Na solenidade de instalação da Unidade do CEFET em Uruaçu, Diretor João Barbosa disse em seu pronunciamento: “Queremos uma escola democrática, criativa, com professores mobilizando as salas de aulas, abrindo horizontes, trazendo as maravilhas do conhecimento, para que façamos desse conhecimento, uma poderosa arma de mudança social.”


Em 8 de junho de 2008 foi realizado o primeiro concurso público para nomeação de 55 servidores, sendo 30 professores e 25 servidores Técnico-administrativos. No dia 3 de agosto foi realizado o primeiro processo seletivo da Unidade de Ensino, para a Licenciatura Plena em Química e os Cursos Técnicos em Edificações, subseqüente e Informática na modalidade PROEJA.


Há quase um século que o CEFET de Goiás, vem trabalhando para a comunidade mais carente da sociedade, construindo suas raízes, formando cidadãos para o mercado de trabalho e para o mundo, fazendo a sua história confundir-se com a própria história do Brasil.


Estrutura Física


Com capacidade física para atender até 1.470 alunos a Unidade de Ensino de Uruaçu ocupa, hoje, uma área de 7.025,98 m² sendo 2.800 m² de área construída, e uma área de terreno de 50.000 m², sobre a qual será, em 2009, iniciada a construção do complexo esportivo, com várias modalidades esportivas, com medidas internacionais e outras dependências administrativas e acadêmicas da Instituição.


As instalações físicas estão distribuídas em 7 pavimentos no prédio principal, e um prédio com 2 pavimentos que contemplam a área administrativa.


Responsabilidade da Unidade de Ensino


A Unidade de Ensino de Uruaçu tem por responsabilidade social e institucional, formar e qualificar profissionais, nos vários níveis e modalidades de ensino, para atender as demandas dos diversos setores da economia, realizar pesquisa e desenvolvimento de novos processos, produtos e serviços, em estreita articulação com os setores produtivos e com sociedade.


A Unidade de Ensino de Uruaçu foi instituída com os objetivos de:

a) ministrar cursos de formação inicial e continuada de trabalhadores, incluídos a iniciação, o aperfeiçoamento e a atualização, em todos os níveis e modalidades de ensino;

b) ministrar educação de jovens e adultos, contemplando os princípios e práticas inerentes à educação profissional e tecnológica;

c) ministrar ensino médio profissional, observada a demanda regional e estadual e as estratégias de articulação com a educação profissional técnica de nível médio;

d) ministrar educação profissional técnica de nível médio, de forma integrada com o ensino médio, destinada a proporcionar habilitação profissional para os diferentes setores da economia;

e) ministrar ensino superior de graduação e de pós-graduação lato sensu, visando à formação de profissionais e especialistas na área tecnológica;

f) oferecer educação continuada, por diferentes mecanismos, visando à atualização, ao aperfeiçoamento e à especialização de profissionais na área tecnológica;

g) ministrar cursos de licenciatura, bem como programas especiais de formação pedagógica, nas áreas científica e tecnológica;

h) realizar pesquisas aplicadas, estimulando o desenvolvimento de soluções tecnológicas de forma criativa e estendendo seus benefícios à comunidade;

i) estimular a produção cultural, o empreendedorismo, o desenvolvimento científico e tecnológico e o pensamento reflexivo;

j) estimular e apoiar a geração de trabalho e renda, especialmente a partir de processos de autogestão, identificados com os potenciais de desenvolvimento estadual, regional e local;

l) promover a integração com a comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida, mediante ações interativas que concorram para a transferência e aprimoramento dos benefícios e conquistas auferidos na atividade acadêmica e na pesquisa aplicada;

m) reduzir a evasão e a reprovação de alunos;

n) interagir melhor com o Estado de Goiás nas ações que visem ao seu desenvolvimento sócio-econômico sustentável;

o) possibilitar a inclusão social com o desenvolvimento individual e coletivo, mediante projetos de grande alcance social como, por exemplo, o Ensino à Distância, o PROEJA, e a Escola de Fábrica.

 

 

Relatório Fotográfico

Prédio principal em fase final de reforma - frente
Prédio principal em fase final de reforma - frente
 
Prédio principal em fase final de reforma - frente
Prédio principal em fase final de reforma - frente
 
Prédio principal em fase final de reforma - lateral esquerda 
Prédio principal em fase final de reforma - lateral esquerda
 
             
Elaboração: João Barbosa da Silva